VITAMINA D & PERFORMANCE ESPORTIVA

A vitamina D, apesar do nome, na verdade é um hormônio da classe dos hormônios esteróides. Ela tem a capacidade de entrar no núcleo das células e literalmente “dar ordens ao DNA” sobre quais proteínas devem ser produzidas, consequentemente ela tem o poder de controlar o funcionamento das células.

Sabemos que existem receptores de vitamina D em praticamente todas as células do corpo. Atualmente são conhecidos cerca de 900 genes que são regulados pela vitamina D. Estudos científicos mostram que Concentrações de vitamina D acima de 40 ng/ml (normal 30-100 ng/ml) melhoram a função muscular, aceleram a recuperação muscular após os treinos, aumentam a produção de força e potência muscular e aumentam a concentração de testosterona, devido à todos esses efeitos a vitamina D tem um excelente potencial para aumentar a performance esportiva. Existem receptores de vitamina D no miocárdio, eles são responsáveis por aumentar a captação máxima de Oxigenio no músculo cardíaco. Isso explica a correlação diretamente proporcional existente entre níveis de vitamina D (> 35ng/dl) com maiores índices de VO2 em homens. A melhor fonte de vitamina D é a exposição da pele a luz solar. 20 minutos de exposição em um sol de verão pode promover em média uma produção de 20.000 UI de vitamina D. Fontes alimentares são mais raras no Brasil, mas

Consistem em produtos ricos em gordura como salmão e óleo de fígado de bacalhau. A reposição combinada de vitamina D e Vitamina K (10mg/dia) se mostrou mais favorável para a manutenção da saúde óssea de mulheres maratonistas pelo potencial da vitamina K de diminuir a reabsorção óssea.

Fonte: Plausible ergogenic effects of vitamin D on athletic performance and recovery Dahlquist et al. Journal of the International Society of Sports Nutrition (2015) 12:33

493535128